Radio Universitária Alternativa de Salvador – RUAS

ruas456.jpg

A R.U.A.S. pela Dorkbot na Feira Hype

A R.U.A.S. – Rádio Universitária Alternativa de Salvador é um veiculo de radiodifusão universitário de iniciativa dos alunos do curso de Comunicação Social/Jornalismo que visa constituir um espaço público. A idéia é de informar e entreter para integrar os estudantes, professores e funcionários do centro Universitário da Bahia através da sua programação e produções.

Inicialmente a RUAS funciona pelo sistema de linha modulada, (LM – serviço de alto-falantes), distribuídos dentro campus Gilberto Gil. Em breve terá sua programação disponível, ao vivo e em Podcast através do Blog. (radioruas.blospot.com).

Dentro da instituição transmite em quatro horários: 8:40 às 9:00, 10:40 ás 12:00 e 17:30 às 18:30, 20:10 ás 20:30, os programas:

Cinesonora

Jogada Rápida

Paradiso

MPBack

Rock das Ruas

Chibata Caipira

Meninas de Esquina

Mistureba – quando não há programa específico no horário.

Para a o Dorkbot, na Feira Hype faremos algo especial.

Captaremos sons da rua e faremos edição para apresentar.

Anúncios

Printer error art – Mari Fiorelli

printererrorart.jpg

Sabem aquelas imagens que surgem de dentro do computador, sem serem criadas, solicitadas, planejadas, sequer pensadas?
Não são digitais, mas nascem das máquinas digitais. Não são interativas nem planejadas. São impossíveis de serem repetidas, seriadas (cópias e auras) já que o erro, resultado do banco de dados, da passagem da informação, por mais algorítmico que seja, muito dificilmente se repetirá, exatamente da mesma forma, com todos os itens (computador-papel-impressora). É uma imagem absolutamente casual. Um erro de impressão.

Estas imagens são apropriadas, um grafismo único, um erro nascido do computador, através de colagens, montagens ou ampliações.

Printer.error.art (ou acasos numéricos) são estas imagens surgidas, criadas a partir do meio tecnológico – somente uma experiência estética, interfaceada pelos meios digitais, nascida deles: os acasos da criação numérica.

Estes erros de impressão vão normalmente para o lixo.

Podem não ir, se forem apropriados pela arte.

http://printererrorart.blogspot.com/

próximo dorkbot dia 1º de dezembro

O próximo Dorkbot Salvador será no dia 1º de dezembro, no Café Goethe.

Enviem suas propostas!!!

email de contato dorkbotsalvador ( @ ) gmail.com

Bel Sousa e Mariana Marinho – Gravidade

bel sousa gravidade

“ These words I write keep me from total madness”
(Charles Bukowski)

A pesquisa vídeo-coreográfica partiu da relação corpo – gravidade- câmera. Acrescida de outras imagens selecionadas ela problematiza a impermanência, metamorfoses e a resistência às mesmas. Realizado com a câmera de um telefone celular a videodança foi desenvolvida para download para estes aparelhos e distribuição via internet.

Exibido no Festival Internacional de Vídeo & Dança – Projeto Dança em Foco, Rio de janeiro, 2007.

Direção: Bel Sousa e Mariana Marinho
realização: Guerrilha- Núcleo de Criação

Bel Sousa é dançarina e coreógrafa. Mestranda no Programa de Pós-graduação em Dança da Universidade Federal da Bahia, integra o Grupo de Pesquisa de Pesquisa Poética Tecnológica na Dança sob coordenação de Ivani Santana e os coletivos independentes Guerrilha – Núcleo de Criação e Núcleo B. Investiga as relações entre dança e vídeo desde 2002.

E-mail:belsouza@gmail.com
Mariana Marinho é dançarina e coreógrafa. Graduada em dança pela Universidade Federal da Bahia, integra o coletivo independente guerrilha- Núcleo de Criação, atualmente em colaborações não- presenciais uma vez que reside no Japão.
E-mail: marimari185@hotmail.com

Ana Paula Pessoa – Corpos sem Órgãos

video-arte corpo sem órgãos
Como produzir um corpo sem órgàos? Como traçar uma linha de fuga, aventurar-se num devir? O vídeo-arte C.S.O é uma tentativa de produção de imagens-afetos que promovam uma desterritorialização a partir de projeções de slides sobre corpos. Devir mineral, vegetal, animal, vazio… Uma aventura estética em que música e imagem conduzem-nos para profundezas que habitam a superfície da pele.

O vídeo-arte Corpos sem órgãos apresenta um olhar desterritorializante sobre o corpo feminino ao utilizar o corpo como suporte para a projeção de slides de texturas variadas. É uma tentativa de integrar arte e filosofia através da linguagem áudio-visual.

Ana Paula Pessoa experimenta as possibilidades da fotografia enquanto meio expressivo desde 1999, tendo participado de cursos de fotografia e laboratório PXB em Salvador, Ba. Experimenta também vídeo-arte e intervenções urbanas com projeções de slides na cidade de Salvador.

Ana Paula Pessoa – Principais Mostras

2007 – Coletiva “Notícias da Bahia” – Galeria da Aliança Francesa – Salvador – Ba.
2006 – A densidade do Pequeno Formato – Coletivo Pilar – Galeria Solar Ferrão – Salvador – Ba
2006 – XII Salão Unama de Pequenos Formatos – Belém – Pa
2005 – VI Mercado Cultural – Salvador – Ba
2005 – Empuxo – Galeria ACBEU – Salvador – Ba
2005 – Intervenções urbanas – Festival da Livre Expressão Sexual – Salvador – Ba
2005 – 456 Salvador – Galeria da Cidade – Salvador – Ba
2003 – Presente para Yemanjá – CINE XIV – Salvador – Ba
2002 – VI Bienal do Recôncavo – S. Félix – Ba
2002 – ODÔ YÁ! – Intervenção na Colônia de pesca Z-1 –Salvador –Ba
2000 – O ser tão dos meus olhos – Teatro Vila Velha – Salvador – Ba
1999 – Jornada de antropologia Visual – FCH – UFBA
1999 – SENAC – Pelourinho – Salvador – Ba
e-mail: pessoapa@yahoo.com.br

flavio – ensaio #6 e ensaio#7

ensaio07.jpg

No próximo evento, dia 13 de outubro, flavio [http://qazav.wordpress.com] vai apresentar ensaio #6 e ensaio#7.

ensaio #06 é uma montagem a partir da performance “estrutura”, organizada pelo grupo suwud (suwud.com) no bairro de pinheiros (são paulo) no primeiro semestre de 2007. as meninas são juliana bei, isadora de carvalho e flávia paiva; a direção da performance é de pedro terra. o vídeo é uma resignificação da estrutura: a estrutura física como uma espécie de metáfora de um relacionamento a três. este é o primeiro experimento a sério com manipulação de imagens no cinelerra. DV, 4:3, mudo, 11 minutos. junho de 2007.

ensaio06b.jpg

ensaio #07 (“monstre”) é uma montagem a partir de performance realizada pelas alunas do último ano de artes do corpo da puc-sp no teatro do centro da terra (perdizes) em junho de 2007. segue a linha do anterior, de ser uma resignificação a partir de uma performance. a monstruosidade como estado de espírito, intrínseca à existência; incomunicabilidade; incapacidade de movimentação. segundo experimento a sério com manipulação de imagens no cinelerra, principal software livre de edição de vídeo. DV, 16:9. outubro de 2007.

flavio tem 27 anos, 2 gatos e mora numa casa com 7 pessoas em são paulo. começou a mexer com vídeo por acaso, o que deu origem ao documentário gamer br (2004/2005). fotógrafo, documentarista e jornalista, é considerado mercadologicamente inepto nas três profissões, o que o levou a desistir de ser levado a sério por coisas sérias em 2007 e a fazer só o que achasse legal por um certo período de tempo. gosta muito da ‘valentina’ de guido crepax, do ‘la jetée’ de chris marker, do ‘photographs’ de mona kuhn e ficou recentemente atônito com o ‘wild tigers i have known’ de cam archer.

Karla – Peculiaris

No próximo evento, dia 13 de outubro, Karla Brunet vai fazer uma rápida apresentação do projeto www.peculiaris.net.

peculiaris.jpg

Peculiaris é um moblog colaborativo que discute identidade e auto-representação. Está baseado em conceitos de que a identidade é mutante, fluida, líquida e aberta. E esta identidade mutante é aqui caracterizada por auto-retratos feitos por celular.

Próximo evento: 13 de outubro

Nosso próximo evento será dia 13 de outubro. Participe!!!

Envie sua proposta de apresentação para

dorkbotsalvador ( @ ) gmail.com

Neste sábado dia 14 de julho

Projeto Controlled Dream Machine de Anaisa Franco

Anaisa Franco está na programação do próximo Dorkbot Salvador, dia 14 de julho, sábado.

anaisa.jpgControlled Dream Machine e uma instalação que usa códigos coletados de chips neuronais para controlar os sonhos e os comportamentos de uma perna robô.
Os sonhos são expressados por animações projetadas em frente da perna robô, as animações simulam o inconsciente da perna em forma de sonhos e as pernas robôs simulam o corpo físico de uma pessoa sonhando, como se fosse a consciência do corpo. As pernas estão conectadas ao inconsciente por uma relação artificial de feedbacks. Os sintomas da perna robô dependem da área do inconsciente onde a perna robô se encontra no sonho, tais como memórias, traumas, sensações, inconsciente coletivo, pesadelos entre outros.
O propósito desse projeto é gerar vida, pensamentos, sonhos e emoções para uma escultura robótica em forma de perna, proporcionando a ela um mundo próprio e imaginário e também buscando analisar e refletir sobre o comportamento humano entre consciência (sintomas do corpo) e o inconsciente (mente e sonhos) refletindo sobre o percurso formador do self dentro da historia da humanidade.

video documentation: http://x2.i-dat.org/~mdaf/cdm_documentation.html

Veja o site e biografia de Anaisa em http://x2.i-dat.org/~mdaf/

« Older entries